Seja Bem-vindo, 01 de julho de 2022

Seja Bem-vindo
01 de julho de 2022

O MUNDO NOVO DO REINADO DE DEUS

03 de dezembro de 2021   .    Igreja Católica
Compartilhe

2º Domingo do Advento – 05/12/21  – Leituras: Br 5,1-9 / Sl 125/126 / Fl 1,4-6.8-11 / Lc 3,1-6

Lucas procura situar, no tempo e no espaço, os acontecimentos que antecedem a aparição de Jesus, inserindo-os na história humana. Foi nesse contexto que surgiu João Batista, preparando o caminho do Senhor. O último dos profetas da Antiga Aliança conclama o povo a estar preparado para acolher o Deus que se torna humano. O deserto tem significado histórico, mas principalmente simbólico: não só lembra a caminhada do povo em busca de vida e liberdade, longe da opressão no Egito, mas também aparece como lugar propício para a pessoa abrir-se a Deus a fim de escutá-lo e começar um caminho de conversão.

Era comum, por ocasião da Páscoa e de outras festas importantes, reformar ou melhorar as estradas que davam acesso a Jerusalém, com o intuito de acolher as autoridades e os peregrinos que se dirigiam à cidade para as festividades. O evangelista aproveita uma frase de Isaías para mostrar a missão de João Batista, o precursor, de prepara os caminhos para a chegada de Jesus.

A metáfora do caminho serve como convite à conversão do novo coração. Um coração convertido e aberto para acolher a novidade do Reino de Deus é espaço onde Jesus pode estabelecer sua morada. Os discípulos e discípulas de Jesus são convocados para ser o caminho da nova humanidade, que busca viver segundo a vontade de Deus.

Isaías e João Batista incentivam-nos a eliminar do nosso meio o orgulho, o egoísmo, a arrogância, a injustiça, a intolerância. Tudo isso precisa ser removido do coração de cada um e da sociedade para que o Reino de Jesus se concretize no mundo.

João Batista grita para despertar o povo da sonolência e da acomodação e fazê-lo acolher a boa noticia da chegada de alguém importante. Mais do que nunca, temos necessidade de autênticos profetas, que tenham a coragem de gritar contra tudo o que desagrada a vida das pessoas. Hoje os seguidores de Jesus são convidados a ser a voz de Deus que grita contra uma sociedade insensível ao desamparo dos sofredores.

Fonte: Pe. Nilo Luza, ssp. Folheto “O Domingo” – Celebração da Palavra de Deus – Ano 46 – 05/12/21 – – Remessa XIV – Nº 56 – Ano Litúrgico C. Pág. 4