Seja Bem-vindo, 21 de maio de 2024

Seja Bem-vindo
21 de maio de 2024

O belo simbolismo do véu de noiva

30 de julho de 2023   .    Diversos
Compartilhe

Este tradicional acessório de casamento está carregado de ricas simbologias. Qual é o seu significado através dos tempos? De onde vêm as tradições que o cercam?

Para Isabelle, uma arquiteta francesa de 31 anos que está prestes a se casar com Dimitri, a questão de usar o véu no dia do casamento é indiscutível. “Não consigo me imaginar entrando na igreja sem usar o véu que minha mãe e minha avó já usaram… É importante para mim permanecer fiel a essa linda tradição familiar e, quem sabe, passá-la um dia para minha filha. Mas isso não é tudo. O véu também simboliza compromisso e fidelidade”, confidencia à Aleteia.

“Para mim, o véu de noiva é uma vestimenta bíblica. Minhas clientes, aquelas que se casam na igreja, estão voltando cada vez mais à tradição de usar o véu. Para algumas, o véu sublima o vestido de noiva. Para outras, carrega um significado real”, confirma Celestina Agostino, estilista parisiense de vestidos de noiva.

Belo simbolismo
Este acessório de casamento, que é usado na frente do rosto da noiva na sua entrada na igreja, é carregado de rico simbolismo. Se olharmos para a sua história, encontramos os seus primeiros vestígios na “Eneida”, de Virgílio: como sinal de oferenda, usa-se o véu perante os deuses. Deste sinal de devoção religiosa, emanará um forte símbolo entre os romanos.

Assim, desde a antiguidade, cada noiva usa um véu. Além disso, a palavra latina “nubere”, que significa “velar”, é sinônimo de “casar”. Este último era um símbolo de compromisso com o marido. Por outro lado, tratava-se de distinguir as mulheres casadas ou viúvas das solteiras, escravas e prostitutas. A visão do cabelo era considerada um atributo da sedução feminina, por isso deveria ser reservada ao marido na esfera íntima do lar.

Na Grécia, o “flammeum” era um véu que cobria apenas metade do rosto da noiva. Vermelho ou laranja, simbolizava alegria e fertilidade.

Na Idade Média, o casamento era um compromisso firmado entre os pais dos noivos. A tradição mandava que o véu usado pela noiva fosse opaco, de modo a esconder o rosto. Por quê? Para que o marido o visse pela primeira vez na noite de núpcias. Se o futuro marido já conhecesse sua noiva, ambos deveriam usar véu durante a cerimônia para serem abençoados.

Símbolo de pureza e castidade
Na religião cristã, encontramos a origem do véu da noiva na Bíblia. São Paulo, em sua primeira carta aos Coríntios, menciona que a mulher casada deve usar véu como sinal de sua devoção a Deus. Como o casamento é uma celebração religiosa, no mesmo espírito e pelo mesmo motivo, a noiva (“a que está com o véu”, em hebraico) deve usar o véu. Ela não se revelará antes de chegar à câmara nupcial. O símbolo de pureza e castidade é, portanto, forte: o uso do véu é reservado à jovem pura.

Quanto à cor branca, foi em 1840 que a Rainha Vitória lançou a moda para casamento em branco. Como rainha, a jovem deveria usar vermelho. Mas, desafiando a tradição e para surpresa de todos, optou por um vestido de cetim branco adornado com renda, com o véu de tule branco a transformar-se numa longa cauda.

Ainda mais surpreendente: a cor branca não era de todo escolhida como símbolo de pureza (significado dado depois), mas simplesmente porque o cetim branco realçava a beleza da famosa renda…

Essa tradição do branco para o vestido do casamento levou o mesmo simbolismo do véu da noiva – o da pureza e da virgindade. Tal simbolismo, em 1858, esteve presente na sequência das aparições da Virgem Maria a Bernadette Soubirous, em Lourdes. A jovem confidenciou que Maria estava toda vestida de branco.

Na realeza
A Rainha Elizabeth II reviveu o tradicional véu de noiva da Rainha Vitória: ele tinha quatro metros de comprimento e era decorado com bordados de pérola em forma de flores. Quanto ao de Lady Di, ainda hoje constitui o recorde histórico do véu mais longo usado durante um casamento real: 12 metros!

Enfim, embora o véu de noiva não seja obrigatório hoje, a tradição dita que a noiva o use na frente do rosto até receber o sacramento do matrimônio. Uma vez que os noivos estão unidos diante de Deus, o marido então levanta o véu de sua esposa. Um gesto que completa o belo simbolismo do véu da noiva.

Fonte: Site Aleteia – Curiosidades – ativo em 30/07/2023 – Marzena Devoud – publicado em 25/11/22