Seja Bem-vindo, 07 de julho de 2020

Seja Bem-vindo
07 de julho de 2020

“Cabeça martelando”

02 de março de 2020   .    Padre Emanuel Artigos
Compartilhe

Literalmente uma martelada na cabeça deve doer muito e trazer vários problemas para uma pessoa. Como os ditados trazem normalmente uma metáfora, com este vemos a mesma coisa. Se uma martelada já é prejudicial, ficar com a cabeça martelando, veja que dor.

Uma pessoa com muitos problemas exige dela muita atenção àquele problema. Ficando focada neles e o problema ou problemas não se resolvendo, deixa a pessoa com a “cabeça quente” (outro ditado), dando-lhe muito desgaste mental, principalmente emocional.

Permanecendo com ideias perturbadoras na cabeça, os problemas vão se agravando e acumulando deixando-a de mau humor, estressada, irritada, em alguns casos deprimidos.  Ai em termos físicos, com dor de cabeça mesmo! Ideias ruins e parasitas permanecendo em nossas cabeças sem um mínimo de resolução tem uma força de uma martelada ou várias marteladas.

Por isso, tentemos resolver nossos problemas e uma vez que vamos procurar solucioná-los, se não for possível na hora, deixar para mais tarde, se não for possível para o outro dia ou para quando for possível resolvê-los. O importante é que os tiremos de nossas cabeças, solucionando-os, para não martelar nossa cabeça. Se os problemas não forem possíveis de equacionar, vamos seguir outro ditado, que não significando acomodação, ótimo nestes casos: “entrega para Deus.” Ou “Larga para um lado”. Ficar remoendo o assunto, não é solução. Ficar martelando-os na cabeça não é solução…. É sofrimento. Então os largue para um lado…

Busque fortalecer-se espiritualmente através da oração, leitura orante da Palavra e Eucaristia e aos poucos Deus irá conduzi-lo a solução de seus problemas…

 

Artigo de: Pe. Emanuel Cordeiro Costa