Seja Bem-vindo, 21 de maio de 2024

Seja Bem-vindo
21 de maio de 2024

Visão dermo-óptica – Número 1

01 de março de 2020   .   
Compartilhe

Este assunto também o apresentei no Site Emana & Parapsicologia dentro de outro artigo que é: Exemplos de hiperestesia direta – HD – 1ª parte. Neste artigo abordado por outro parapsicólogo que é Pe. Raimundo ligado a escola de parapsicologia de Pe. Quevedo (falecido). Nele Pe. Raimundo faz uma abordagem um pouco diferente, mas não deixa de ser outra abordagem, mesmo parecidas traz diferença de visão entre ele e Frei Albino Aresi.

Definição
Já Frei Albino Aresi, parapsicólogo (falecido), traz essa definição da Visão Dermo-óptica: “Segundo investigadores russos alguns dotados podem ver com as pontas dos dedos, ou com o lóbulo da orelha, etc. explicam isto embriologicamente: a pele vem do mesmo folheto embrionário que a retina. Outros explicam pela telepatia”. (ARESI, pag. 247).

Compreensão diferente das escolas de parapsicologia
Não tem como lembrar de todas as coisas que já li do parapsicólogo Dr. Antônio Grisa, não só os livros, artigos, vídeos que assisti, palestras e áudios, não lembro dele fazer ou citar esta abordagem. Lembro sim, e percebo que Grisa via aquilo que para a escola de parapsicologia de Pe. Quevedo é hiperestesia tanto direta como indireta, cumberlandismo, ele classificava como telepatia. Com certeza dentro desta linha de pensamento, possivelmente a abordagem da visão dermo-ópitca acaba sendo vista também como telepatia. Faço questão deste esclarecimento, por mostrar as diferenças de compreensão dos fenômenos pelas escolas. Então, a velha classificação feita pelo Grisa de escolas de parapsicologia “católicas”, “espíritas” e Cientifica Independente, não explica claramente as diferenças entre as escolas. Aqui a diferenças não se dá simplesmente por ser um parapsicólogo católico e independente. A classificação dos fenômenos passa por outros estudos científicos. Sobre este assunto para não alongar aqui este artigo, sugiro ler também no Site Emana & Parapsicologia o artigo: “CORRENTES (ESCOLAS) DE PARAPSICOLOGIA” NO BRASIL.

Conclusão
Creio, mesmo sucinto este artigo traz uma compreensão clara do que seja Visão dermo-ópitca. E você internauta faça a sua analise do artigo e a sua reflexão e compreensão.

Referência Bibliográfica
ARESI, Albino. Homem total e parapsicologia. 20ª edição. Instituto Nacional de Parapsicologia (INPAR). São Paulo – SP. 1984. Página 246.

Pe. Emanuel Cordeiro Costa
Parapsicólogo Clinico
ABPSIG – Registro 409

LEIA TAMBÉM

    cat