Seja Bem-vindo, 20 de junho de 2024

Seja Bem-vindo
20 de junho de 2024

IIIª Parte: A GRANDE VITÓRIA – O NASCIMENTO

08 de julho de 2023   .   
Compartilhe

É um momento decisivo na vida do ser humano. Quanto mais tranquilo e saudável acontecer melhores serão os registros. É vitória. É sucesso. É o primeiro de sua independência (orgânica da mãe), respirar sozinho. É vida. É uma vitória para os pais para o bebê e para a espécie. Um nascimento fácil registra que viver é fácil, que tudo pode ser fácil. Um nascimento traumático registra a impressão de que viver, desenvolver-se pode ser muito difícil.

A primeira experiência seja de vida, de primeiro amor, primeira professora, primeira relação sexual, registra uma referência, muito mais forte que os demais momentos.
Nas modernas maternidades de hoje, mecanizadas e tecnológicas tudo é artificial e agride a natureza, contribuindo para nascimentos traumáticos. O nascer deixa de ser simples para ser complicado.

1 – REGISTROS DO NASCIMENTO – NASCIMENTOS NÃO NORMAIS
O Subconsciente registra o nascimento com muita intensidade. As informações elaboradas, vividas e registradas durante o processo de nascimento podem ser reforçadas ou diminuídas conforme a educação recebida.

No nascimento normal a criança nasce pela via natural e na posição natural. Todos os nascimentos “não-normais” irão marcar o indivíduo com características mais ou menos traumáticas e com conflitos e bloqueios perturbadores e prejudiciais.

a) Nascimento Difícil
Geralmente ocorre quando a mãe possui uma rejeição à maternidade, como programação de subconsciente por variadas causas como.

Não aceita seu papel feminino, por haver sido esperada menino.

Mulher cujo nascimento já fora traumático e ficou programado em seu subconsciente que nascimento é difícil e faz sofrer, Mulher cuja gestação foi profundamente rejeitada, automaticamente o subconsciente generaliza que filho é problema e faz sofrer.

Criança que está para nascer é esperada do sexo oposto, neste caso, o processo de nascimento é dificultado tanto pelo filho, quanto pela mãe.

b) Nascimento por Cesariana
Este nascimento ocorre em duas circunstancias: programada e inesperada
O nascimento por cesariana programada tem se tornado abusivamente frequente nas últimas décadas do século XX. Principais registros para a criança:

A pessoa tende a achar tudo fácil, pois, fácil foi o seu nascimento; sem esforço, foi removido da barriga da mãe; Tudo o que deseja consegue com facilidade: como se as coisas fossem transportadas às suas mãos; Nos momentos mais difíceis, sempre aparece um anjo protetor, ajudante que o socorre, como o médico no momento difícil do nascimento; Sensação de que o esforço é desnecessário e inútil, visto que não lhe foi necessário fazer esforço nem mesmo para nascer.

A pessoa nascida por cesárea terá muita dificuldade em criar hábitos de organização, de disciplina, de dedicação e de persistência, indispensáveis ao sucesso real e duradouro.

O nascimento por cesariana inesperada ocorre sempre que surge algum problema que impeça o parto normal ou natural, já tendo iniciado o processo de nascimento.

Tudo é complicado, pois na hora H complica;
Emergência! Alguém precisa me ajudar; Socorro!
Não consigo sozinho vencer os obstáculos;

c) Nascimento por Fórceps
Registra todo obstáculo como muito difícil e de grande sofrimento, tem medo de sangue e de morrer principalmente se houve risco de vida para a mãe e para o bebê, evita o esforço físico, sempre que representa luta pela vida, pelo trabalho, manifesta ansiedade, impaciência e toda espécie de insegurança; quando se trata de fazer esforço, se sente um inútil.

d) Nascimento Prematuro
Impulsos de ansiedade, pressa, inquietação.

e) Nascimento pós-maduro
Calma, passividade, acomodação. Normalmente quando a criança é de sexo diferente do que está sendo esperado, não quer sair para não decepcionar.

f) Nascimento por parto normal
Nascimento natural – parto normal – registra que viver é fácil estabelece os alicerces para a autoconfiança, para a alegria de viver, para o espírito da vitória, sente-se seguro para os obstáculos da vida.

Todos os nascimentos não-normais irão marcar o indivíduo com características mais ou menos traumáticas, ou com bloqueios mais ou menos marcantes.

Os processos traumáticos poderão ser acentuados se no decorrer do parto, o bebê afogar-se, sufocar-se ou engasgar-se no líquido amniótico. Ou na falta de oxigenação adequada ao cérebro.

O mais importante de tudo é que a forma mais simples e direta de reorganizar as falhas e as falsas programações do subconsciente é alcançar a harmonia interior. Para isso é indicado: PERCEBER as falhas e REPETIR:
– “Se houve perigo, a proteção foi ainda maior”.
– “Se houve sofrimento e dor, brotaram o sucesso e a vitória”.
“Nascer e viver, é sempre vencer!”
O período de gestação + processo de nascimento constituem a fase mais importante da vida de todos os seres humanos.

2 MATERNIDADE E PATERNIDADE (Civilizações da Abundância e Civilizações da Carência)

Nascimento Natural X Mecânico
Parto Natural a exemplo da mãe índia. Dá à luz de cócoras, facilitando todo o processo de nascimento. Ela agasalha o filho contra o próprio corpo antes do corte do cordão umbilical. A alegria do nascimento do rebento é passada para o filho através do cordão umbilical.

O subconsciente da criança é programado por essa vitoriosa alegria, estabelecendo as bases para a autoconfiança, a alegria de viver, o espírito de vitória e sentir-se seguro diante dos obstáculos da vida. O cordão umbilical só é cortado após a Amamentação.

Nascimento Mecânico: ocorre nos partos em série das modernas maternidades, onde os nascimentos podem ser traumáticos: A tranquilidade natural é substituída pela pressa, o processo normal é induzido artificialmente, a calma rítmica da vida é substituída pela urgência, os princípios da vida são sufocados por normas hospitalares que separam a mulher do marido e pessoas importantes de sua vida, a alegria do momento é apagada pela ansiedade. A emoção contagiante da vitória é embaciada pela expectativa duvidosa; enfim, nascer deixa de ser simples, para se tornar complicado e mesmo traumático.

Fonte:
Seguidores da Parapsicologia – Curso de Parapsicologia – Segunda Parte. Blog ativo em 15/06/23

 

LEIA TAMBÉM

    cat