Seja Bem-vindo, 26 de maio de 2024

Seja Bem-vindo
26 de maio de 2024

IIª Parte: PARAPSICOLOGIA NA HISTÓRIA – Necessidade de estudar o Ser Humano.

29 de junho de 2023   .   
Compartilhe

A PARAPSICOLOGIA, como ciência, teve início estudando os fenômenos paranormais: acontecimentos que extrapolam o convencional, o comum ou o normal. Esses fenômenos existiram em todos os tempos e todas as épocas da história da humanidade. Em cada época, e em cada povo, houve explicações diferentes, segundo as crenças e desenvolvimento cultural e científico.

Os fenômenos paranormais tiveram suas explicações no sobrenatural, sendo coisas dos deuses, de Deus, do diabo ou dos espíritos. Às vezes, o paranormal era classificado como sensitivo, médium, pai de Santo, bruxo e outras vezes como “louco” ou apavorado consigo mesmo ou com o mundo. Curandeiro, benzedor, feiticeiro, milagreiro, santo e outros.

Fenômenos como: medos, pressentimentos, visões, sonhos que se realizam, sons ou ruídos sem causa visível, casa-mal-assombrada e outros são estudados e explicados cientificamente através da Parapsicologia.

A PARAPSICOLOGIA inicia colecionando fatos e dados, classificando-os, analisando-os, e conclui:

O SER HUMANO é quem desencadeia os fenômenos paranormais.
Sempre que ocorre a manifestação de um fenômeno paranormal, está presente um ser humano ou um grupo de pessoas.

Comprovada a relação existente entre ser humano e os fenômenos paranormais, surgem novas perguntas: O que existe no Ser Humano capaz de desencadear a manifestação desses fenômenos? Como são as pessoas que os desencadeiam? A necessidade de responder a essas questões faz com que se amplie o objeto de estudos da Parapsicologia, ou seja, o Ser Humano, suas limitações (programações subconscientes) que caracterizam seu comportamento e personalidade, como também as suas potencialidades.

Essa grande descoberta levou o Parapsicólogo Clinico Pedro Antônio Grisa a comprovar a Potencialidade da Mente Humana, bem como direcioná-la de forma construtiva através das reprogramações mentais.

2.1 PARAPSICOLOGIA NO BRASIL
O Brasil é apontado como o maior celeiro de Paranormais no mundo, por ser um País subdesenvolvido (sofrimento) e onde as pessoas vivem com mais liberdade.

Observa-se a presença marcante de três grandes centros ou correntes, de pesquisa em Parapsicologia. Todos em busca de entendimento para os mistérios da vida, na tentativa de libertar-se do medo do desconhecido e satisfazer a perene necessidade de segurança.

Todas buscam fundamentar cientificamente suas análises e conclusões:
a) Escola Católica de Parapsicologia;
b) Escola Espírita de Parapsicologia;
c) Escola Científica e Independente de Parapsicologia

2.1.1 Escola Católica de Parapsicologia
Tem como objetivo combater a expansão do espiritismo, a umbanda, a macumba e outros ritos africanos, que ameaçavam a estabilidade da Fé Cristã do maior país católico do mundo – o Brasil. Destacam-se o IBRAP – Instituto Brasileiro de Parapsicologia, mantido pelos franciscanos no Rio de Janeiro., e o CLAP – Centro Latino-Americano de Parapsicologia, em São Paulo, sendo o seu principal líder o Padre Quevedo. Sua tenacidade, brilhante inteligência, como um pesquisador sério, levantou um documentário riquíssimo sobre os fenômenos paranormais.

2.1.2 Escola Espírita de Parapsicologia
O Engenheiro Hernani Guimarães Andrade fundou em São Paulo o IBPP – Instituto Brasileiro de Pesquisas Psicobiofísicas, objetivando provar através da Parapsicologia, que as teses espíritas (Mediunidade) têm fundamento científico. Um grande defensor do espiritismo e com reconhecimento nos EUA e Europa.

2.1.3 Escola Científica e Independente de Parapsicologia
Foi o Dr. Osmard Andrade Faria quem fundou a escola, com o objetivo de formarem profissionais e instituições despreocupados com a “polêmica moral-ideológica” entre espíritas e católicos e descobrir efetivamente como funcionam os fenômenos paranormais.

Destacam-se → Inst. Internacional de Kirliangrafia – Newton Milhomens, Brasil e Portugal;

IPAPPI – SISTEMA GRISA, o mais importante e atual Instituto de Parapsicologia Independente da América do Sul. Fundado em 1984, em Florianópolis – SC, o IPAPPI – Instituto de Parapsicologia e Potencial Psíquico, cumpre a missão de transmitir os conhecimentos científicos da parapsicologia, resultados de anos de estudos e pesquisas, realizadas sob a direção do Dr. Pedro Antônio Grisa.

Obs.: Com todo o respeito aos Seguidores da Parapsicologia sobre esta publicação. Ela está muito resumida e carece de maiores detalhes para compreender esse tema das escolas de parapsicologia no Brasil. Sugiro o leitor que leia um artigo que publiquei no Site Emana & Parapsicologia: “CORRENTES (ESCOLAS) DE PARAPSICOLOGIA” NO BRASIL.

Fonte:
Seguidores da Parapsicologia – Curso de Parapsicologia – Primeira Parte – Blog ativo em 15/06/23

LEIA TAMBÉM

    cat