Seja Bem-vindo, 21 de maio de 2024

Seja Bem-vindo
21 de maio de 2024

Autoscopia e Heteroscopia

04 de março de 2020   .   
Compartilhe

Iª Parte

Introdução
No Site Emana & Parapsicologia, esses dois temas (autoscopia e heteroscopia) foram já abordados, explicitados sobre outro enfoque. Convido o leitor a procurar lê-los antes de ler este artigo baseado no parapsicólogo Frei Albino Aresi. Os artigos publicados no Site são: Primeiro, PRECOGNIÇÃO – NÚMERO 9 – FALSA PRECOGNIÇÃO: AUTOSCOPIA, segundo artigo é PRECOGNIÇÃO – NÚMERO 11 – FALSA PRECOGNIÇÃO: HETEROSCOPIA. Há também um terceiro artigo com o nome parecido com o primeiro que é: PRECOGNIÇÃO – NÚMERO 10 – FALSA PRECOGNIÇÃO: EAUTOSCOPIA. O terceiro artigo que é eautoscopia, é importante também que o leitor leia.

Neste trabalho, com esse tema: “Autoscopia e Heteroscopia”, baseei no estudo feito pelo parapsicólogo Frei Albino Aresi (falecido) do seu livro: Homem total e parapsicologia, páginas 244-245. Neste artigo tomei o texto mencionado de Frei Albino Aresi e introduzi subtemas aos parágrafos, com algumas frases minhas… E estes estão na ordem elencadas por mim. Também acrescentei, alguns parágrafos, sendo que, reproduzo em grande o seu texto.

1. O que é Autoscopia e Heteroscopia?
“É a faculdade de ver dentro e fora de si”. (ARESI, p. 244) Portanto, “O cérebro, por hiperestesia, capta as irradiações e é capaz de ver os desequilíbrios orgânicos e psíquicos seus e dos outros”. (ARESI, p. 244)

2. Autoscopia
Falando sobre a autoscopia podemos dizer que “Pela Autoscopia a pessoa enxerga o seu próprio organismo, intui seus traumas psíquicos, e pode até acertar os medicamentos de que precisa”. (ARESI, p. 244)

3. Heteroscopia
“Na heteroscopia a pessoa sente e enxerga os órgãos de outros e é capaz de revelar, com precisão, certos distúrbios fisiológicos ou psicológicos, sem nunca ter estudado Medicina. É uma verdadeira radiografia. O próprio resultado do tratamento pode ser previsto”. (ARESI, p. 244-245)

4. Sensitivo
Frei Albino Aresi diz em relação a heteroscopia que “o sensitivo presente prevê como ficará o organismo sob a ação do medicamento indicado. Isto sempre com a alucinação dos sentidos, provocada pela intuição mental”. (ARESI, p. 245)

IIª Parte

5. Terapia no Instituto de Parapsicologia de Frei Albino
Diferente de Pe. Quevedo, Frei Albino usava a parapsicologia com método psicoterapêutico. Pe. Quevedo só para estudo dos fenômenos e as pessoas que desencadeava e desencadeiam os fenômenos deveriam ser tratadas com psiquiatras ou psicólogos.

“Daí o êxito da terapia empregada nos Institutos de parapsicologia e os acertos de seus diagnósticos, uma vez cientificamente controlados. A autoscopia e a heteroscopia, em mãos de elementos verdadeiramente dotados, dá a possibilidade de predizer até a própria morte. O inconsciente pode perceber se o organismo é capaz ou não de reação e, consequentemente, pode pressentir a morte”. (ARESI, p. 245)

6. Compreensão de Frei Albino
“A autoscopia e a heteroscopia, se não forem bem reguladas, podem levar a grandes perturbações mentais. Se bem utilizadas podem ser muito benéficas. Muitas vezes a pessoa pode ser enganada por imaginações alucinatórias”. (ARESI, p. 245)

Conclusão
Há uma divergência muito grande nesses dois temas apresentado entre a escola de Pe. Quevedo e Frei Albino Aresi. Frei Albino como vimos acima ver que podem ler a “perturbações mentais, mas bem utilizados podem ser muito benéficas. Pe. Quevedo e sua escola ver que trazem praticamente perturbações e não aconselha desenvolve-los, pois não trazem nada benéfico. Se o leitor leu os três artigos publicados no Site Emana & Parapsicologia, verá que o Pe. Quevedo não os vê de maneira positiva. Principalmente se o leitor ler o artigo eautoscopia.

Pelo menos neste artigo procurei mostrar visão diferente do outro publicado no Site. Mesmo sabendo desses fenômenos, não quero aqui desvalorizar nenhum paranormal, sensitivo, ou dotado como fala Frei Albino. Mas diante de estudos e considerações bem divergentes, e estudos bem fundamentados, aconselho também ninguém os desenvolver esta faculdade da mente ou Potencial Mental como fala Grisa. Desenvolva outros fenômenos que não traga prejuízo nem para si e nem para os outros. Vale aqui aquele de ditado “Prudência e caldo de galinha não faz mal a ninguém”.

Referência Bibliográfica
ARESI, Albino. Homem total e parapsicologia. 20ª edição. Instituto Nacional de Parapsicologia (INPAR). São Paulo – SP. 1984. Páginas 244-245.

Pe. Emanuel Cordeiro Costa
Parapsicólogo Clinico
ABPSIG – Registro 409

LEIA TAMBÉM

    cat